Edmilsonpsol
Portal do deputado federal Edmilson Rodrigues | psol

Deputado Edmilson repudia violência contra os servidores públicos de Tucuruí

“Presto minha solidariedade e meu total repúdio à violência do prefeito contra o movimento. Dedico o meu apoio aos trabalhadores e trabalhadoras que estão em luta no município de Tucuruí.” Pronunciamento do deputado Edmilson Rodrigues (PSOL-PA), na Câmara Federal.

Os ataques aos direitos sociais conquistados a duras penas cresce a cada dia, ao mesmo tempo em que também crescem as lutas de resistência. Em Tucuruí, no Sudeste do Pará, cidade de povo trabalhador, a gestão do prefeito Artur de Jesus tem atacado de forma sistemática esses direitos dos funcionários públicos. Em decorrência disso, desde segunda (1°)  teve início uma poderosa greve,  que ocupou as ruas com milhares de pessoas com apoio total da população. Mas ontem terça-feira (2), os manifestantes realizaram um dia de intensa mobilização, inclusive com a ocupação pacífica de vias públicas. Infelizmente, na noite deste dia, mesmo após a desocupação das ruas, os manifestantes foram surpreendidos pela ação violenta da PM, que utilizou bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha, ferindo diversos grevistas.

Há servidores que terão o salário reduzido em 50%, algo inaceitável e desumano ainda mais em um cenário de elevado endividamento decorrente de muitos anos de arrocho salarial.

Na manhã desta quarta-feira os grevistas voltaram as ruas pois não vão recuar de lutar por seus direitos, eles ocupam a praça central e a frente do Fórum pedindo que a justiça se manifeste em defesa de seus direitos.

A luta da população de Tucuruí que depende grande parte do serviço público para o seu sustento é contra a retirada dos direitos trabalhistas dos servidores, como os cortes da gratificação de tempo de serviço e de nível superior, além de perdas no tíquete alimentação e nas vantagens asseguradas pelo Plano de Cargos e Salários. Há servidores que terão o salário reduzido em 50%, algo inaceitável e desumano ainda mais em um cenário de elevado endividamento decorrente de muitos anos de arrocho salarial. 

Não podemos concordar com a transferência do ônus da crise fiscal dos municípios para o funcionalismo, pois isso compromete de forma definitiva a qualidade social do serviço público, agravando ainda mais a dramática situação nas cidades brasileiras. 

Neste sentido, presto minha solidariedade e meu total repúdio à violência do prefeito contra o movimento. Dedico o meu apoio aos trabalhadores e trabalhadoras que estão em luta no município de Tucuruí , liderados pelo Sintepp e SISMUT, contra essa absurda política de corte de direitos. Apelo para que o prefeito Artur de Jesus estabeleça uma negociação transparente e democrática com o movimento grevista, objetivando alcançar uma saída pactuada para a crise.

Todo apoio à mobilização dos servidores e servidoras municipais de Tucuruí!

Leia também