Edmilsonpsol
Portal do deputado federal Edmilson Rodrigues | psol

“Não amoleque esta CPI”. Edmilson protesta e recorre contra imposição de “censura escrita”

17 de setembro de 2015

“Aqui no plenário já houve ofensas, atos de machismo, apologia a estupro contra deputadas e tantas outras coisas absurdas, até mesmo sobre uso de armas de fogo, muitas coisas violentas que realmente mancham a imagem do poder e apesar de inúmeros processos na corregedoria não há o mesmo tratamento. Essa atitude é uma tentativa de constranger o PSOL e os demais deputados que são críticos a atual gestão e estão sendo vítimas do autoritarismo”. Este foi o protesto do deputado Edmilson Rodrigues à “censura escrita” recebida pela Mesa Diretora da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (16).

A Mesa, comandada pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), aplicou esta punição de “censura escrita” ao deputado por ele ter se rebelado contra a decisão autoritária do presidente da CPI da Petrobras, Hugo Motta (PMDB-PB), de nomear quarto sub relatores sem discutir com a comissão. “Ele, desrespeitou o Regimento da Câmara. Vários deputados tentavam pedir a palavra enquanto os microfones estavam desligados. Eu disse, então, ao presidente, ‘não amoleque esta CPI’. O que houve foi um desrespeito do presidente com os deputados membros da CPI”, afirmou Edmilson.

Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados

Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados

A punição foi contestada no Plenário na Câmara, nesta quarta-feira (16), depois que foi publicada no Diário Oficial da Casa. O fato provocou duras críticas da bancada do PSOL contra o presidente da Câmara. Os parlamentares acusam Cunha de “engavetar” os pedidos do PSOL à corregedoria para abrir processo contra os parlamentares investigados na Operação Lava Jato, dentre os quais se inclui o presidente da Câmara. Além disso, denunciaram que não foi respeitado o direito de defesa do deputado Edmilson.

O PSOL vai recorrer da decisão da mesa para que se faça justiça ao deputado paraense que tem sua atuação marcada em defesa da garantia e ampliação de direitos e para impedir retrocessos nas conquistas históricas do povo brasileiro.

Confira o vídeo do protesto durante a CPI da Petrobrás:

Leia também