Edmilsonpsol
Portal do deputado federal Edmilson Rodrigues | psol

Zenaldo mente e afunda Belém no lixo

Sobre as declarações do prefeito Zenaldo Coutinho ao JL1 de hoje (24), acerca da crise do lixo em Belém, o ex-prefeito e atual deputado federal Edmilson Rodrigues tem a declarar:

1 – É descabida e mentirosa a afirmação do prefeito Zenaldo segundo a qual sua administração teria herdado a situação caótica no antigo aterro do Aurá de “administrações anteriores”, citando a gestão do ex-prefeito Edmilson Rodrigues (1997-2004).

Como é de conhecimento público, na gestão Edmilson, o aterro do Aurá funcionou de acordo com as melhores práticas socioambientais, tendo recebido, inclusive, diversas premiações nacionais e internacionais, com destaque para o prêmio Internacional de Dubai para as melhores práticas para a melhoria de vida, concedido no Emirados Árabes Unidos, em parceria com o programa das Nações Unidas para Assentamentos Urbanos ONU/Habitat .

2 – Portanto, é totalmente absurda a alegação do prefeito. A política pública de gestão de resíduos sólidos foi completamente desmontada nos oito anos do governo Duciomar Costa, seu aliado político, e nos seis anos e meio de sua gestão, com a transformação do Aurá em lixão a céu aberto, com o retorno de crianças ao insalubre trabalho de catação, e com criminoso despejo de chorume nos rios e lagos que formam os mananciais que abastecem de água a capital paraense.

Como prefeito, Zenaldo deveria assumir sua responsabilidade com a cidade e sua população, respeitar a lei da Política Nacional de Resíduos Sólidos aprovada em 2010, bem como, cumprir suas promessas de campanha, já que em 2012 afirmou que iria “regularizar a coleta, dar uma destinação e utilização para o lixo, incentivar a coleta seletiva e apoiar usinas de reciclagem”, propostas que não saíram da propaganda da TV.

3 – Apesar da omissão do atual prefeito Zenaldo Coutinho, o deputado Edmilson vem buscando soluções para a crise dos resíduos sólidos, tendo proposto e sendo coordenador da comissão externa da Câmara Federal, que realizou nos últimos meses visita técnica ao aterro de Marituba, bem como, diversas reuniões com a comunidade afetada e com instituições públicas e acadêmicas visando colaborar com uma saída negociada para a crise. Estranhamente, em todos esses momentos, foi notada a ausência da Prefeitura de Belém, o que contribuiu, sem dúvida, para o agravamento da situação.

4 – Neste sentido, o deputado Edmilson reitera sua disposição de seguir colaborando com o diálogo entre todos os segmentos envolvidos, como uma ação em defesa dos interesses da população de Belém e da região metropolitana, acima de quaisquer questões de fundo político-partidário.

Belém, 24 de junho de 2019.

Assessoria do Deputado Edmilson Rodrigues

Leia também