Edmilsonpsol

Portal do deputado federal Edmilson Rodrigues | psol

Edmilson defende construção do PSM no Bengui em reunião da bancada paraense

2 de outubro de 2019
Foto: Jailson Sam

A bancada de parlamentares do Pará, na Câmara dos Deputados e no Senado Federal, se reuniu mais uma vez nessa terça-feira (1) em Brasília. A despeito das diferenças partidárias, a bancada tem discutido em suas reuniões a necessidade de conclusão de obras importantes no Estado, além da destinação de recursos, através de emendas parlamentares a que a bancada paraense tem direito, entre outros temas relevantes para a população. Neste ano, os parlamentares têm direito a destinar R$246 milhões para a população do Estado – seja o próprio Governo Estadual, Prefeituras ou Instituições Públicas Federais.

Nesta reunião, o governador do Pará, Helder Barbalho, esteve presente e apresentou suas demandas para a bancada em relação aos recursos que serão destinados no próximo ano. O governador propôs que sejam destinados 50 milhões à saúde – com a construção de um Pronto-Socorro no bairro do Bengui, em Belém, e a aquisição de um prédio para a implementação do Hospital da Mulher; 30 milhões para a educação, com a construção de três ecoaparques escolas em tempo integral, em locais a definir; R$20 milhões para a segurança, com a implementação de duas bases fluviais policiais – o que totalizaria R$100 milhões em recursos para o governo do Estado.

A construção de um PSM no Bengui e de um Hospital da Mulher foram duas das propostas apresentadas por Edmilson durante a campanha eleitoral de 2016, quando concorria à Prefeitura de Belém.

“Desde que meu primeiro mandato, tenho destinado recursos a diversos municípios, independente dos partidos ou posições políticas dos prefeitos. Meu compromisso é com o povo do Pará. A proposta de um hospital para atendimento imediato de urgência/emergência em Belém e mulheres em situação de parto, é muito importante, porque ou se atende de forma imediata ou temos vidas perdidas. Com certeza terá todo um sentimento favorável da bancada. Os atuais hospitais do Guamá e da 14 de Março não dão conta do atendimento”, afirmou Edmilson durante a reunião.

Outra proposta feita pelo governador na reunião foi de o governo estadual fazer um aporte de R$54 milhões em recursos, somando aos R$146 milhões restantes da bancada, e dividi-los por parlamentar, priorizando quatro áreas do Estado: asfaltamento; escolas; reformas de unidades de saúde; estradas/vicinais. Apesar de serem demandas importantes, a fragmentação de emendas acaba inviabilizando alguns projetos estruturantes, como a construção de hospitais.

As propostas devem ser discutidas na próxima reunião da bancada paraense que ocorrerá na semana que vem. O deputado Edmilson destacou que há outras instituições importantes merecendo um aporte de recursos no Estado.

“As Universidades federais e CEFETs estão sofrendo muito com a política de cortes do governo Bolsonaro. Nós temos consciência da importância da formação de professores, da ciência e tecnologia e do fortalecimento das instituições federais. Além disso, há também outras instituições, como o Museu Emílio Goeldi, o Instituto Evandro Chagas, a política cultural que merecem apoio”, destacou Edmilson.

Leia também